Comunidade Alerta com Zen Ferreira

Dona Maria de 94 anos se torna a aluna mais velha do mundo a frequentar o ensino básico

Idosa entrou para o livro dos recordes por ter ingressado no ensino básico aos 94 anos

No Centro de Educação de Jovens e Adultos João Barracão, situado em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, a turma do 3º módulo tem uma história notável para contar. Entre os alunos está Maria Edelzuita de Souza, conhecida como Dona Edelzuita, uma mulher de 94 anos que está quebrando barreiras e servindo de exemplo com sua impressionante resiliência. Ela se destaca por um feito incrível: ser reconhecida como a aluna mais idosa do mundo na educação básica. Sua jornada supera em dez anos o recorde previamente estabelecido por Kimani Maruge Ng’ang’a, do Quênia, que ganhou destaque no Guinness Book ao entrar na escola aos 84 anos.

A trajetória inspiradora de Dona Edelzuita começou no ano de 2022, quando ela tinha 93 anos. Nessa fase da vida, ela decidiu concretizar um sonho que lhe foi negado durante sua infância: aprender a ler e escrever.

Naquela época, seu pai, um lavrador, não permitia que as meninas frequentassem a escola, temendo que o aprendizado da escrita as levasse a trocar correspondências amorosas.

Apesar disso, sua mãe, uma mulher letrada que cuidava da casa, ensinou-lhe o alfabeto, as sílabas e a formação de palavras simples. Por muitos anos, essa foi a única educação formal que ela recebeu.

Dona Edelzuita, ciente do poder transformador da educação, priorizou os estudos de seus nove filhos, frutos de seu casamento com José Rufino. Todos eles concluíram o Ensino Médio e seguiram seus caminhos profissionais. Somente após o falecimento de seu marido, com quem compartilhou seis décadas de sua vida, ela decidiu resgatar seu desejo de infância e se matriculou na escola.

“Valorizem os estudos, pois é através deles que conquistamos conhecimento. A escola proporciona aprendizados valiosos. Eu desejaria ser jovem novamente para começar agora e continuar até chegar à faculdade”, compartilha a estudante. Seu atual sonho é escrever um livro para compartilhar sua história inspiradora de persistência e superação.

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Zen Ferreira

Zen Ferreira O repórter das comunidades, dando poder ao povo favelado e negro. Conhecido pelo bordão "Escreveu não leu, o pau comeu. O caçador de problemas."

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!