Televisão

The Voice Brasil 07/12/2023: 4ª Noite de Audições às Cegas

The Voice Brasil chega com audições às cegas

O The Voice Brasil desta quinta-feira, 07 de dezembro, traz mais uma edição do reality show comandado por Fátima Bernardes.

No terceiro dia de ‘Audições às Cegas’, oito candidatos foram aprovados nos times Brown, IZA/Mumu, Lulu e Teló. Quem também esteve no palco foi Cláudia Leitte, técnica de seis temporadas na versão adulta e três do ‘Kids’. Ela apresentou sua música nova, “Liquitiqui”, e relembrou dos momentos que viveu no ‘Voice’ ao longo dos anos. Conheça abaixo as vozes aprovadas:
 
Rayane Fortes – 29 anos | Fortaleza – CE
A cearense é cantora e instrumentista, toca bandolim de 10 cordas e aprendeu guitarra sozinha. Apaixonada por jazz e blues, e fã de grandes guitarristas como Jimi Hendrix, Rayane se apresenta em shows e clubes em Fortaleza e São Paulo. Seu primeiro cachê foi aos 16 anos, cantando MPB, e já se apresentou com Paulinho Moska. Sua maior inspiração é a irmã, que é multi-instrumentista na igreja. Nas ‘Audições’, cantou “Trouble”, de Elvis Presley, e virou todas as cadeiras, escolhendo o Time IZA/ Mumu.
 
Flavinha Rocha – 24 anos | Santa Cruz do Capiraíbe – PE
Natural da cidade de Paulo Afonso (BA), Flavinha atualmente mora em Santa Cruz do Capiraíbe (PE). Além de cantora, ela é compositora e poetisa. Seu primeiro cachê foi somente aos 20 anos, em um show de cinco horas. Hoje trabalha em barzinhos aos finais de semana e ajuda a mãe, que tem uma lanchonete e é a sua maior incentivadora. Flavinha é fã do programa e se inscreve para o ‘Voice’ desde quando tinha idade para o ‘Kids’. Cantou “Menino Sem Juízo”, de Alcione, virou todas as cadeiras e escolheu o Time Teló.
 
Anne Glober – 36 anos | Curitiba – PR
Formada em turismo e design de moda, Anne começou a cantar profissionalmente aos 24 anos, em uma banda de blues e pop. Aos 30, deixou o grupo para tocar o seu próprio projeto. Recentemente, viajou com uma amiga para se apresentar pelas ruas de Paris, Amsterdam, Munique, Berlim e Londres. Quando jovem, gostava de brincar com os instrumentos do avô, que tocava acordeom e teclado em uma banda baile. Já tinha feito inscrição para o ‘Voice’ outras três vezes e, nestas ‘Audições’, cantou “Vênus”, de Izrra, virou todas as cadeiras e escolheu o time Lulu.
 
Marcela Borges – 25 anos | Montes Claros – MG
Cantora profissional há dois anos, Marcela gravava alguns vídeos na internet e tinha o ‘Voice’ como meta. Começou a estudar técnica vocal e foi chamada para uma agência de músicos, cujo carro chefe é casamentos. Já cantou em São Paulo e na Bahia, principalmente pop internacional, nacional e MPB, e tem uma demanda grande na região onde vive. Tinha medo de viver da música, por isso se formou em Direito e passou na OAB, mas não exerce a profissão. No palco, cantou “All In My Head”, de Victoria Kelly, virou todas as cadeiras e escolheu o Time Teló.
 
Danny Ribeiro – 26 anos | Ubatuba – SP
Cantora profissional, Danny nasceu em Diadema (SP), mas se mudou para Ubatuba com o marido. Tinham planos de viajar pelo Brasil cantando e passando o chapéu, mas se encantaram com o balneário. Quando criança, os pais cuidavam da parte musical da igreja e, aos 10 anos, cantou pela primeira vez no aniversário do tio. Aos 16, passou a cantar em ambientes religiosos. Recentemente, Danny se descobriu atriz e atuou em um longa independente. No ‘Voice’ mostrou vocais poderosos com “Domino”, da Jessie J, virou todas as cadeiras e escolheu o Time Brown.
 
TON – 28 anos | Itaguaí – RJ
Formado em artes visuais, música com habilitação ao canto, teatro e dança, TON vive das artes e é professor. Aos finais de semana, ele também dá aulas de canto e se apresenta com uma banda. Desde criança, já falava para a mãe que queria seguir carreira artística. Gosta de MPB, R&B, Pop e Soul e é muito fã de Liniker. Toca teclado, piano e um pouco de trompete e estudou balé por 10 anos. Escolheu a música “Sobrevivi”, de Gloria Groove e Priscilla, e conquistou vaga no Time Lulu.
 
Júlia Vargas – 34 anos | Rio de Janeiro – RJ
Para a cantora carioca, a música vem da família. Seu avô foi trompetista da Globo e chegou a tocar com Wilson Simonal e Roberto Carlos, em um especial de fim de ano. Seu pai era cantor e compositor de Samba e sua mãe, maestrina e canta em coral. Começou a cantarolar aos três anos e a atuar profissionalmente aos 21 anos, gravando seu primeiro disco. Já cantou com grandes nomes da música brasileira, é percursionista e toca bateria. No ‘Voice’ cantou “Pé na Areia”, de Diogo Nogueira, e escolheu o time IZA/ Mumu.
 
Rodrigo Castelanni – 33 anos | Curitiba – PR
O jovem de Curitiba participou da segunda temporada do ‘The Voice Brasil’, em 2013. Na época, fez parte do Time Lulu e depois Brown, que usou o ‘Peguei’. Chegou até a primeira fase da ‘Final’ e conta que a repercussão foi incrível para a sua carreira. Atualmente é vocalista da banda Radiophonics, com quem tem dois discos gravados. Também canta na banda grounge Dead Cobains e está desenvolvendo seu material solo. Nas ‘Audições’, cantou “Superstition”, de Stevie Wonder, e escolheu retornar à casa, para o Time Brown.

O The Voice Brasil começa logo após mais um capitulo de Terra e Paixão, não perca!

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Fernando Azevedo

Sou formado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário de Votuporanga, SP (UNIFEV), e também sou um entusiasta de jornalismo, escrevendo sobre TV desde meados de 2009, quando comecei o Portal S4. Além disso, nas horas vagas, sou autor com dois livros publicados e diversos e-books disponíveis para venda na Amazon.

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!