Resenha – Livro – A Sala de Oito Espelhos – Folclórika 2 – Glauco Freitas

A Sala de Oito Espelhos – Folclórika 2

Gênero: Fantasia

Páginas: 178*

Autor: Glauco Freitas

Sinopse: Catarse

Chegamos em mais um domingo, e domingo aqui no Portal S4 é dia de resenha! E nesta semana, teremos uma resenha ainda mais especial do que as que realizamos rotineiramente. Isso porque nesta semana, iremos resenhar um livro que ainda nem foi lançado! Trata-se do livro “A Sala de Oito Espelhos – Folclórika 2”, do autor Glauco Freitas. Da mesma maneira que ocorreu com o primeiro volume da série criada por Glauco Freitas, também tivemos acesso em primeira mão ao livro que é o segundo da série que tem como inspiração principal o folclore brasileiro! O livro “A Sala de Oito Espelhos – Folclórika 2” é a sequência direta do livro “O Exercito de Imortais – Folclórika 1“,  do qual resenhamos aqui no passado e que narra a história de um jovem arqueiro chamado Räel. Räel é um jovem arqueiro filho de uma humana com um anhangá, que é uma espécie do reino mágico de Akakor. Sendo assim, ele, um mestiço entre duas espécies que até então eram vistas como inimigas uma da outra! No primeiro livro, vimos que Räel não era bem visto por membros de ambas as sociedades e teve que provar o seu valor a todos, ao enfrentar um inimigo do qual não o levou a morte por muito pouco! Em “A Sala de Oito Espelhos”, continuamos a descobrir mais sobre o mundo do qual Räel é parte. Se no primeiro livro conhecemos um pouco dos inimigos do arqueiro, no segundo nos deparamos com mais detalhes sobre sua história e ainda sobre quem são de fato seus verdadeiros inimigos. A trama de “A Sala de Oito Espelhos” é iniciada por meio de um sequestro, de um ser definido como Anhangá, uma das criaturas mágicas que faz parte do mundo criado pelo autor na série. Este indivíduo que chamaremos apenas de Anhangá é interrogado por Yrael, que é outro Anhangá, que tem um titulo que o torna uma autoridade entre os seus semelhantes. Tal interrogatório se deu em busca de informações sobre a concentração de capelobos, que estavam se reunindo para realizarem ataques por diversas cidades que são parte do reino de Akakor. Capelobos nunca foram conhecidos por terem uma inteligência muito grande, afinal de contas eram apenas animais irracionais! É a partir disso que nosso arqueiro favorito volta a entrar em ação! Räel é enviado em uma missão de reconhecimento, na qual deveria descobrir mais sobre quem estava por de trás da concentração dos capelobos que seguiam se reunindo para um grande ataque. Nesta missão feita pelo arqueiro, descobrimos um pouco mais sobre ele e sobre seus familiares e ainda sobre aqueles que são seus verdadeiros inimigos. Porém este lado da história não é o foco na mesma (Ao menos não neste livro). O foco de A Sala de Oito Espelhos é naquele que esteja por de trás da reunião de um exército de capelobos e ainda sobre quais eram suas intenções ao realizar tal façanha! Não demora muito para que Räel descubra que tal façanha de concentrar animais como capelobos, era mais uma obra do ventríloquo que tinha o atacado antes, o amaldiçoando e quase retirando sua vida. A partir disso, a saga começa de fato, e somos carregados por uma historia rica em detalhes com muita mágica e aventura que é algo que tanto amamos em livros de Fantasia! Ficamos meio incomodados com os nomes dos personagens, eles são extremamente difíceis de serem pronunciados, mas nada que interfira no desfecho da história como um todo. O legal de A Sala de Oito Espelhos, fica no fato de conhecermos um pouco mais sobre as origens de Räel, e ainda também o fato de outros personagens que foram parte do primeiro livro ganharem mais espaço neste. Mas o ponto alto do livro, talvez seja o seu final que te deixa extremamente ansioso para saber o que mais deve rolar na vida do arqueiro mais amado do Brasil. Novamente temos que parabenizar o autor Glauco Freitas, a escrita do mesmo é impecável. A história é rica em detalhes e conseguimos nos ver dentro da mesma, vivenciando cada uma das aventuras das quais Räel teve até que chegasse ao fim de mais uma parte de sua missão. Da qual torcemos para que esteja longe de seu fim, visto que ele é um de nossos personagens favoritos! Tendo dito tudo isso que dissemos acima, nem seria preciso dizer que o aconselhamos fortemente para que leia o livro “A Sala de Oito Espelhos”. Porém o faremos mesmo assim e ainda pedimos para que ajudem o livro se tornar uma realidade! Para isso basta ajudar na campanha de financiamento do mesmo, que está ocorrendo por meio do Catarse, apoiando o projeto com ao menos 10 reais, você já tem acesso a obra e ainda a outros brindes exclusivos. Nota da Obra: 5 Estrelas !!!!!]]>

0 Comentários

Deixe uma resposta

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

%d blogueiros gostam disto: