Rapaz de 19 anos é preso após comprar celular de filho de policial com dinheiro falso em Regente Feijó, SP

dinheiro falso em Regente Feijó

Rapaz tinha R$ 4,8 mil em notas falsas.

Na tarde desta sexta-feira, 17 de maio, um rapaz de 19 anos acabou sendo preso após comprar o celular do filho de um policial com dinheiro falso em Regente Feijó, SP.

De acordo com informações da Polícia Civil o rapaz foi descoberto após comprar o celular do filho de um policial civil usando cerca de R$ 2, 4 mil em notas falsas, o policial e o filho são de Osvaldo Cruz, SP.

A negociação para a aquisição do celular foi realizada por meio de um aplicativo de troca de mensagens, após a negociação entre o filho do policial e o rapaz que acabou preso o policial foi quem acabou se dando conta que as notas eram falsas.

O policial analisou o dinheiro em posse do filho e notou que as notas eram divergentes das notas autênticas, diante deste fato o policial registrou um boletim de ocorrência sobre o caso e uma investigação passou a ser realizada afim de que o rapaz fosse preso.

Após algum tempo de investigação foi descoberto que o jovem que acabou preso é morador de Regente Feijó, SP, e em uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Osvaldo Cruz e Regente Feijó, SP, foi possível a identificação do suspeito por meio de uma foto a qual o mesmo usava no aplicativo de troca de mensagens o qual usou para realizar a negociação com o filho do policial.

Logo depois do jovem ter sido identificado uma equipe da Polícia Civil seguiu ao endereço onde ele vive que fica localizado no bairro Portal do Sol, onde acabaram localizando uma caixa com R$ 4,8 mil em notas falsas.

A caixa possuía uma etiqueta com o nome do suspeito no destinatário e o remetente com identificação de uma pessoa moradora de Osasco, na Grande São Paulo, o que leva a polícia a acreditar que o jovem encomendou as notas pelos Correios.

O suspeito confessou que havia comprado o celular com o dinheiro falso, de acordo com a Polícia Civil. Ele foi preso em flagrante por uso de moeda falsa, crime previsto no artigo 289 do Código Penal. O caso foi registrado na Delegacia da Polícia Federal em Presidente Prudente, SP.

Ainda conforme a Polícia Civil, para trocar as mensagens de negociação com a vítima, o suspeito comprou um chip de celular e cadastrou o número em um CPF de uma pessoa que mora no Estado de Alagoas.

No total, foram apreendidas com o suspeito 150 notas falsas de R$ 20, 18 de R$ 50 e nove de R$ 100. O aparelho celular comprado com o dinheiro irregular será devolvido à vítima, segundo a Polícia Civil.

0 Comentários

Deixe uma resposta

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

%d blogueiros gostam disto: