Televisão

Profissão Repórter 05/03/2024: Mostra os desafios enfrentados pelos jovens em busca do primeiro emprego

Profissão Repórter mostra que busca pelo primeiro emprego costuma ser árdua

O Profissão Repórter desta terça-feira, 05 de março, chega com uma reportagem que mostra os desafios enfrentados pelos jovens que buscam o primeiro emprego.

Os desafios para ingressar no mercado de trabalho são muitos e, para os jovens, as dificuldades são ainda maiores. De acordo com o IBGE, jovens brasileiros com idade entre 18 e 24 anos têm três vezes menos chance de conseguir um emprego formal do que um adulto. O ‘Profissão Repórter’ desta terça-feira, dia 5 de março, acompanha histórias de quem está em busca do primeiro emprego e dos que optam pelo trabalho informal.

A jovem Beatriz Brito acaba de completar 22 anos e nunca trabalhou por mais de três meses seguidos. Com outras 200 pessoas, ela está participando de um processo seletivo em São Paulo, concorrendo a vagas de recepcionista. “Até que dessa vez as chances são altas. A última vez eram 700 candidatos para 70 vagas. Eu acho que agora vou conseguir!”, conta Beatriz. Já Cristiana Gomes, de 21 anos, não tem a mesma esperança. “Eu estou buscando emprego há oito meses. No meu caso, eu acho que é mais difícil porque quando eu falo que sou mãe, sinto que a porta já se fecha”, afirma.

Segundo o levantamento do Banco Nacional de Empregos (BNE), as vagas na área de Tecnologia da Informação aumentaram quase 80% no ano passado. Mas as oportunidades ainda não alcançaram o Arthur Shigueo, de 21 anos, que está prestes a se formar no curso e sonha em entrar no mercado de trabalho. Além do currículo, Arthur também carrega seu certificado de Inglês pela Universidade de Cambridge. A repórter Sara Pavani acompanha por uma semana a rotina do jovem que, entre a espera por um emprego e as aulas na faculdade, faz bicos como feirante e como ajudante em um buffet infantil. “Eu quero ter meu dinheiro e ajudar a minha mãe”, conta o universitário.

Em diferentes pontos da capital paulista, o repórter André Neves Sampaio e o repórter cinematográfico Alex Gomes conhecem jovens que resolveram trabalhar como entregadores no mercado informal. Jonathan Siqueira, de 23 anos, começou a fazer entregas de bicicleta aos 18 anos, após completar o Ensino Médio. Hoje, cinco anos depois, trabalha com uma moto alugada. O jovem faz parte do grupo de 39 milhões de brasileiros que atuam na informalidade, segundo dados do IBGE.  

“O que mais me surpreendeu foi ter contato com uma categoria que, em muitos casos, é invisibilizada. Muitos jovens estão optando pelo emprego informal por conseguirem ganhar mais do que em uma vaga com carteira assinada. Mas ver como que esses entregadores, principalmente os mais jovens, se arriscam, é impressionante. É um trabalho que os deixa expostos a acidentes, sem nenhum tipo de cobertura, mas que se tornou essencial”, conta o repórter André Neves Sampaio. 

O Profissão Repórter começa logo após mais uma edição do BBB24, não perca!

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Fernando Azevedo

Sou formado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário de Votuporanga, SP (UNIFEV), e também sou um entusiasta de jornalismo, escrevendo sobre TV desde meados de 2009, quando comecei o Portal S4. Além disso, nas horas vagas, sou autor com dois livros publicados e diversos e-books disponíveis para venda na Amazon.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!