Educação

Principais desafios para quem usa cadeira de rodas no Brasil

Atualmente, o principal desafio do Brasil é a acessibilidade para pessoas com deficiência. A construção de um mundo inclusivo e acessível parece ainda ser um sonho distante para muitos brasileiros que usam cadeiras de rodas, seja por qualquer motivo. A falta de conscientização, acessibilidade e transporte público inclusivo tornam quase impossível para estas pessoas serem plenamente independentes e terem acesso aos mesmos serviços e oportunidades do que as pessoas não deficientes. Neste artigo, vamos abordar alguns dos principais desafios para quem usa cadeira de rodas no Brasil. Acompanhe abaixo:

A Falta de Acessibilidade

A falta de acessibilidade ainda é um grande desafio para quem usa cadeira de rodas no Brasil. Sem acessibilidade, os deficientes não conseguem se locomover e acessar lugares públicos e serviços, como escolas, universidades, lojas, parques e restaurantes, a não ser que alguém os acompanhe. Além disso, muitos também enfrentam a falta de rampas de acesso, elevadores, barras de apoio e banheiros acessíveis. Isso significa que quem usa cadeira de rodas ainda luta diariamente para ter acesso aos espaços básicos e aos serviços necessários para uma vida plenamente independente.

A Falta de Transporte Público Inclusivo

Muitas cidades brasileiras não têm transporte público inclusivo, o que dificulta ainda mais a locomoção de pessoas com deficiência. Embora tenham a opção de veículos adaptados, muitas vezes eles são caros e não são financiados pelo SUS, deixando muitas pessoas sem condições financeiras de adquirir este serviço. Assim, quem vive com deficiência ainda é forçado a depender de outras pessoas para se locomover de um lugar para o outro.

A Falta de Calçadas Acessíveis

Nem todas as cidades brasileiras possuem calçadas acessíveis, o que dificulta ainda mais a vida das pessoas com deficiência. Sem calçadas acessíveis, elas precisam trafegar pelas ruas em meio ao trânsito. O risco de acidentes e/ou lesões é muito maior, além de tornar a locomoção ainda mais difícil.

A Falta de Empatia e Paciência dos outros

Muitas vezes, as pessoas com deficiência são tratadas com falta de consideração e empatia, o que também torna o seu cotidiano bastante difícil. Por desconhecerem seu real potencial, muitas vezes as pessoas sem deficiência não lhes oferecem meios adequados de locomoção ou lhes exigem mais do que o esperado. Por esse motivo, é importante que as pessoas sem deficiência estejam mais conscientes das dificuldades deste grupo de população e saibam como melhor auxiliá-los.

Aumento da expectativa de vida nos último anos

Além dos portadores de deficiência permanente, há também os idosos que passam a utilizar a cadeira de rodas no decorrer da terceira idade. Nas últimas décadas, houve um aumento significativo na expectativa de vida em todo o mundo, incluindo no Brasil. Esse aumento traz consigo muitos desafios, especialmente quando se trata da população idosa. Embora seja uma bênção viver mais tempo, muitos idosos enfrentam dificuldades físicas e emocionais, e é essencial que a sociedade esteja preparada para atender às suas necessidades especiais. Por exemplo, é necessário fornecer instalações adequadas para aqueles com mobilidade reduzida ou limitada, além de serviços de saúde e cuidados paliativos de qualidade. Além disso, é importante abordar questões relacionadas ao isolamento social e solidão, que são comuns entre os idosos, e promover iniciativas para mantê-los ativos e envolvidos na sociedade. 

Em resumo, embora o aumento da expectativa de vida seja uma conquista digna de ser comemorada, há muitos desafios a serem enfrentados para garantir que a população idosa possa desfrutar de seus anos de ouro com mais dignidade e qualidade de vida. É importante levar em consideração a contratação de um seguro de vida desde a vida adulta. Faça cotações com diferentes seguradoras sobre quanto custa um seguro de vida para avaliar a melhor cobertura.

De maneira geral, a falta de acessibilidade ainda é um desafio para quem usa cadeira de rodas no Brasil. Estas pessoas enfrentam a falta de transporte público inclusivo, de calçadas acessíveis e a falta de empatia e paciência por parte das pessoas sem deficiência, o que dificulta sua locomoção e seu acesso a serviços básicos. Por isso, é importante que cada um de nós ajude o outro, independente da sua condição. Assim como os idosos, as pessoas com deficiência também merecem ter uma vida plenamente independente e acessível em todas as esferas da vida. Então, ao se deparar com um cadeirante, seja prestativo e ajude-o no que for preciso.

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!