Televisão

Globo Repórter 24/11/2023: Expedição pelo Parque Natural da Arrábida

Globo Repórter viaja entre as águas do Oceano Atlântico e as montanhas desse paraíso português e mostra as belezas das praias escondidas e das cores deslumbrantes da região

O Globo Repórter desta sexta-feira, 24 de novembro, traz uma expedição pelo Parque Natural da Arrábida.

Do choque entre a serra e o mar, na Costa Azul Portuguesa, surgiu um parque natural. O ‘Globo Repórter’ desta sexta-feira, dia 24, faz uma expedição pelo Parque Natural da Arrábida, que ocupa mais de 100km² entre as cidades de Setúbal e Sesimbra, e investiga esse pedacinho do Mediterrâneo. O repórter Leonardo Monteiro, correspondente da Globo em Lisboa, mostra a relação dos portugueses com o mar, as cores, a vida selvagem, a cultura, os sabores que predominam na região e faz seu primeiro mergulho. 

As arrábidas eram mosteiros-fortaleza onde os monges faziam retiro espiritual e defendiam as fronteiras marítimas de “al-andalus”, como era chamada a Península Ibérica, nos quase 800 anos de domínio muçulmano. Francisco Rasteiro, naturalista e espeleólogo, conta no programa que existem mais de 100 plantas medicinais na Arrábida, que compõem uma das mais importantes dietas do mundo: a mediterrânea. Ele comanda o Núcleo de Espeleologia da Costa Azul, que faz expedições pelas 40 grutas e mais de 200 cavidades do Parque natural. Ao programa, ele conta também que o carvão-fóssil, encontrado nessas cavernas, trouxe revelações sobre o Homem de Neandertal.

As imagens de vida selvagem que serão mostradas nesta sexta-feira levaram anos para serem captadas pelas lentes do premiado documentarista Luís Quinta. Ele cresceu na Arrábida, tem 30 anos de profissão e filma raposas-vermelhas há 15 anos. “São muitas horas de binóculos, olhando os animais, estudando os locais. É preciso estudar muito os animais. Nós trabalhamos com cientistas”, conta o documentarista. 

Para ver de perto as diversas espécies que crescem protegidas no fundo do mar do Parque, o repórter Leonardo Monteiro vive uma experiência única: o seu primeiro mergulho. Ele parte do píer de Sesimbra ao lado do biólogo e pesquisador do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente no Instituto Universitário, Gonçalo Silva. 

Portugal tem cerca de 100 mil pescadores, um mercado que movimenta o equivalente a mais de 1 bilhão de reais por ano. Eduardo Pinto, o “Mestre Xixa”, tem 60 anos e uma vida inteira nas águas do segundo maior cais pesqueiro do país, as Docas de Sesimbra. Ao programa, “Mestre Xixa” revela o que o mar significa para ele e ensina uma receita tradicional: a farinha torrada, que mata a fome dos pescadores em alto mar. 

No topo da Arrábida, o país guarda seus últimos castelos do mar. O programa mostra as belezas do Castelo de Sesimbra e da Fortaleza de São Filipe. “É mais uma descoberta, que poucos brasileiros conhecem, do território português. Um paraíso, com uma biodiversidade enorme, que aproxima as pessoas da natureza. Além da preservação e da vida selvagem, os cenários que a gente vai mostrar são de tirar o fôlego. O programa está imperdível!”, conta o repórter. 

O Globo Repórter começa logo após mais um capitulo de Terra e Paixão, não perca!

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Fernando Azevedo

Sou formado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário de Votuporanga, SP (UNIFEV), e também sou um entusiasta de jornalismo, escrevendo sobre TV desde meados de 2009, quando comecei o Portal S4. Além disso, nas horas vagas, sou autor com dois livros publicados e diversos e-books disponíveis para venda na Amazon.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!