Entrevistando Livros 51: – Livro – Veneno – C.d. Rosso

Entrevistando Livros

Começa agora a 51ª edição da coluna “Entrevistando Livros” por aqui os entrevistados são mais do que especiais, isso porque eles vem direto de um livro para responder nossas perguntas! Para tanto os autores que foram os seus “criadores”, devem incorporar o personagem em questão e responder nossas perguntas, ao final das mesmas realizamos uma breve análise da personalidade do personagem convidado da semana. E ainda dizemos se ele nos deixou curiosos para saber mais sobre o livro do qual ele é parte! Nesta semana iremos receber o Pietro Labadini que veio direto do livro “Veneno” do autor C.d. Rosso para responder nossas perguntas. Confira a entrevista abaixo: 1)- Qual seu nome? Como prefere ser chamado? Me chamo PIETRO LABADINI ou simplesmente PIETRO e sou italiano, originário de uma pequena aldeia nos arredores de Parma. 2) – Qual sua idade? Tinha 17 anos quando fui obrigado a deixar o meu lar e a minha história se desenvolve ao longo de toda a minha existência. 3) – Como você descreveria o lugar onde vive? Abandonei o meu lar, por necessidades adversas e fui acolhido generosamente por uma família do Sul (Itália). Lugar onde o cultivo de uvas e a produção de vinho concede orgulho e riqueza aos seus trabalhadores. 4) – Se tivesse que se definir, numa palavra, qual seria? Audacioso. Acho esta palavra o que me define melhor. 5) – Agora diga como sua resposta anterior reflete em sua vida como um todo. A vida me colocou a dura prova, tive que superar muitos obstáculos e somente a minha audácia e a determinação tiveram razão das adversidades. 6) – Possui algum talento, dom especifico? Fale um pouco sobre ele. Talento, não! Perseverança, esta é uma qualidade que sempre me acompanhou e que complementava a minha audácia. Coragem em nunca abandonar a luta e sempre alcançar os objetivos prepostos, mesmo quando tudo parecia definitivamente perdido. 7) – O que costuma fazer no seu tempo livre? Não lembro de ter tido algum tempo livre em minha vida, mas lembro de um momento de relaxante descanso na praia com minha filha, nos restantes momentos de descanso contemplava  a plantação sempre atento em tudo o que acontecia ao redor. Um costume que assimilei do meu predecessor. 8) – Qual o seu tipo de roupa favorito? Na vida do campo não existe favoritismos. Sempre usei roupas de “fortuna”, até no dia do meu casamento usei um terno que me foi presenteado pelos meus colaboradores. Não tive inclinação à modas, mesmo quando a sorte finalmente sorriu para mim, não adotei estilo algum, apenas a moda do momento. 9) – O seu estilo musical? Apenas estilos folclóricos locais. Lembro de um estilo regional muito de moda até hoje chamado “Pizzica”, muito contagiante de verdade. 10) – O que te torna diferente do resto das pessoas do seu mundo? E por quê? Diferente me tornei. As dificuldades da vida moldaram o meu temperamento até ficar com uma personalidade difícil de se lidar. Isso chegou a ser comprometedor até com o relacionamento com minha filha, a qual reservei somente o lado bom das coisas, omitindo tudo o que de perverso me aconteceu, sem imaginar que seria isso mesmo que quebraria o elo de ligação ente nós. Recuperar isso foi muito difícil e minha filha infelizmente sofreu com esta minha atitude. 11) – Se tivesse que falar do autor “C.d.Rosso” o que diria.? Diria que acompanhou a minha performance com muita atenção, com muita sensibilidade e sem dúvida teve dificuldade em acompanhar a minha trajetória. 12) – Se pudesse mudar algo em sua vida, o que faria diferente? Difícil colher o momento exato para mudar de rumo, de opinião ou mesmo de direção. As coisas simplesmente acontecem sem dar trégua para uma repentina mudança de opinião. Na minha época os fatos te atropelavam e as decisões tinham que ser tomadas rapidamente. Talvez algo faria, sim, de diferente, deixaria de ser muito protetivo, angustiadamente protetivo e procuraria na compreensão e na condivisão os estímulos para uma perfeita harmonia. 13) – Resuma a sua vida em poucas palavras. Fui protagonista de fatos que marcaram a tragédia humana, a sofrença pela radicalização das opiniões e da força do opressor. Vivi com o medo no coração e isso me fez tomar medidas ditadas por momentos de desespero. Situações que modificaram a minha personalidade que fizeram de mim um homem duro, sem coração, insensível até no relacionamento com a minha filha Anna. 14) – Deixe uma mensagem para os seus amigos. Tive poucos amigos, todos de fortes personalidades que me ensinaram tudo e que moldaram a minha personalidade. Fiz outros amigos no percurso da vida e deles obtive respeito e generosidade. A todos deixo uma mensagem singela: Sejam flexíveis e tolerantes e no momento oportuno saibam perdoar. Porque o perdão é a única gratificação a aliviar o peso das sofrenças da vida. 15) – E agora para os seus inimigos. Saibam colher o arrependimento no tempo certo, antes que a falta dele vos destrua! Análise: Pietro acima de tudo parece ser um homem com uma história de vida marcada pelo sofrimento! Pelo pouco que ele nos contou, ele viu sua vida mudar completamente no momento que foi obrigado abandonar sua família e seguir sem rumo para um novo lar. Por sorte foi acolhido por uma família generosa e por ali tentou remodelar a sua vida, no entanto parece que nem tudo foram flores! Apesar disso, Pietro parece ser um homem que busca viver sua vida simplesmente, sem se apegar a modas do momento! Ele citou que viveu num tempo, onde o mundo passava por um momento conturbado, que momento seria esse? Pietro também citou bastante, o fato de seu relacionamento com sua filha ter sido ameaçado devido ao fato da vida o ter tornado um homem frio. Ficamos extremamente curiosos para saber mais sobre Pietro e todos que são parte de seu mundo, foi por isso que pedimos o livro “Veneno” ao autor C.d. Rosso e a resenha do mesmo será publicada aqui no Portal S4 no próximo dia 07/10. Até lá leia o livro “Veneno” pelo WATTPAD de maneira totalmente gratuita!

Leia o livro “Veneno”!!!

E você que é autor, gostou da maneira que as entrevistas são conduzidas por aqui? Então responda agora mesmo as perguntas abaixo, incorporando um de seus personagens e envie as mesmas para o e-mail: portals4tv@gmail.com. Com o assunto: “Entrevista com o personagem tal, do livro Y, do autor X.” Feito isso basta aguardar nosso retorno, com a data que a entrevista será publicada por aqui! Aguardamos sua participação, ou melhor a de seu personagem!!! Perguntas:
  1. Qual seu nome?: Como prefere ser chamado (a)?
  2. Qual sua idade?
  3. Como você descreveria o lugar onde vive?
  4. Se tivesse que se definir numa palavra, qual seria?
  5. Agora diga como sua resposta anterior reflete em sua vida como um todo?
  6. Possui algum talento/dom especifico? Fale um pouco sobre ele.
  7. O que costuma fazer em seu tempo livre?
  8. Qual seu tipo favorito de roupas?
  9. E seu estilo musical?
  10. O que te torna diferente do resto das pessoas do seu mundo? E por que?
  11. Se tivesse que falar sobre o autor “fulano de tal”, o que falaria?
  12. Se pudesse mudar algo em sua vida, o que faria diferente?
  13. Resuma sua vida em poucas palavras.
  14. Deixe uma mensagem para seus amigos
  15. E agora para seus inimigos
]]>

0 Comentários

Deixe uma resposta

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

%d blogueiros gostam disto: