PolíticaDando o Que Falar

Eduardo Bolsonaro é cortado do ar ao vivo em TV da Argentina ao defender armas: ‘Por isso tiraram seu pai’; assista

O deputado federal estava em Buenos Aires para acompanhar as eleições

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) foi cortado ao vivo enquanto defendia o porte de armas em entrevista ao canal C5N, da Argentina. O parlamentar, que é apoiador do candidato à presidência Javier Milei, estava em Buenos Aires para acompanhar as eleições deste domingo (22). Ele entrou no tópico armamentista como parte do alinhamento com a visão do político de extrema-direita.

Ao ser questionado sobre o cenário eleitoral, Eduardo comentou sobre a situação do Brasil. “É preciso ter idade mínima e, no caso do Brasil, é necessário fazer um exame prático de tiro”, explicou. “Defender a comprar armas de fogo para os cidadãos significa dar condições para a legítima defesa…“, declarou o filho de Jair Bolsonaro. No entanto, foi interrompido por uma das apresentadoras, que disse: “Não, não“.

Um jornalista disse ao repórter que estava entrevistando Bolsonaro que o país era “generoso” por recebê-lo. “É muito generosa a Argentina e os argentinos para receber esse tipo de gente“, disparou. Logo em seguida, ele relacionou o discurso de Eduardo com a derrota de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2022. “Por isso que o seu pai… os brasileiros, com lógica, o tiraram do poder, felizmente“, criticou. Por fim, a entrevista com Eduardo foi cortada ao vivo. Assista:

O UOL tentou entrar em contato com os representantes de Eduardo Bolsonaro e com o PL para comentarem o caso, mas não teve retorno. Até o momento, o deputado também não se manifestou nas redes sociais.

Eleição terá 2º turno

Javier Gerardo Milei e Sergio Tomas Massa vão disputar o segundo turno das eleições em 19 de novembro. Nas primárias realizadas em agosto, a chapa de Milei havia conquistado o primeiro lugar, seguido de Bullrich e Massa. A maior parte das pesquisas eleitorais também indicava a liderança de Milei no primeiro turno. No entanto, Massa surpreendeu ao liderar a apuração desde o início da divulgação dos resultados. Ele aparece com 36,68% contra 29,98% de Milei.

Chamado de “Bolsonaro argentino”, Milei disse durante sua campanha que pretendia limitar o comércio com o Brasil. Ele chegou a chamar o presidente Lula (PT) de “comunista raivoso” e “socialista com vocação totalitária”. Milei ainda afirmou que, em relação ao Mercosul, a Argentina “seguiria seu próprio caminho” caso ele fosse eleito.

No Twitter, o deputado comemorou a ida do candidato para o segundo turno, afirmando que Milei vai se destacar. “Em 3 anos foi construído um movimento espontâneo, do tipo que não paga manifestantes para irem as ruas. Coisa linda. E certamente Javier Milei entra neste 2º turno como favorito”, escreveu.

image 5 Eduardo Bolsonaro é cortado do ar ao vivo em TV da Argentina ao defender armas: ‘Por isso tiraram seu pai’; assista

Fonte: Hugo Gloss

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Izamara

Olá muito prazer! Sou Izamara, uma pessoa apaixonada por esse ramo chamado entretenimento. Minha trajetória é marcada por diversas atuações, como Redatora e Jornalista em diversos sites. Então se você quiser ficar por dentro de tudo que envolve a cultura pop e bastidores da fama, está no lugar certo.

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!