Saúde

Diabetes: Especialista explica como atitudes simples podem prevenir ou controlar a doença

No mês de Novembro, a Sociedade Brasileira de Cardiologia realiza o “Novembro Azul”, como o mês de prevenção à Diabetes, focado no dia 14 de Novembro, Dia Mundial do Diabetes, com o objetivo de conscientizar pessoas sobre os perigos da doença, bem como tratamentos e prevenção da condição. De acordo com dados do Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes (IDF), o Brasil é o 5º país com mais casos de diabetes no mundo, com cerca de 16,8 milhões de pacientes adultos.

Como ocorre a diabetes?

A diabetes ocorre quando o organismo enfrenta dificuldades em regular os níveis de glicose no sangue. No tipo 1, o sistema imunológico ataca e destrói as células produtoras de insulina no pâncreas. No tipo 2, as células desenvolvem resistência à insulina, o que gera níveis elevados de glicose.

Fatores genéticos, estilo de vida e obesidade contribuem para o desenvolvimento da diabetes tipo 2.  No entanto, a ausência de controle adequado pode levar a complicações sérias, enfatizando a importância do monitoramento, dieta equilibrada e, em alguns casos, medicamentos.

Como prevenir a diabetes?

De acordo com o médico cardiologista Dr. Roberto Yano, a prevenção da diabetes está voltada, na prática de hábitos saudáveis e acompanhamento clínico rigoroso com o seu médico.

“A prevenção da diabetes é importante pois uma vez adquirida, a doença não tem cura, mas a  maioria dos casos poderia ter sido prevenida. Esses cuidados baseiam-se na mudança de hábitos, como melhora na alimentação, reduzindo o consumo de açúcares e comidas industrializadas, assim como gorduras trans, substituindo-os por frutas, verduras, legumes e alimentos in-natura”.

“A prática regular de exercício físico também é um poderoso aliado à prevenção de diabetes pois ajuda a controlar a quantidade de açúcar no sangue e a gordura corporal, por isso, manter um peso adequado é essencial. Além disso, também deve-se evitar o consumo de álcool e cigarro e ter boa noites de sono, uma vez que a insônia aumenta o risco de desenvolver resistência à insulina”, ressalta.

“Outro ponto importante é a realização periódica de consultas médicas, pois assim é possível identificar o pré-diabetes, momento em que a glicose no sangue já está elevada, mas ainda é em grande parte reversível”, afirma Dr. Roberto Yano.

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!