Dá “correria” para o sucesso, conheça a história de MC Lele JP

Com certeza você já deve ter ouvido falar do MC Lele JP, o rapaz de apenas 18 anos que já é um sucesso no funk paulista — e nacional. Somando mais de 130 milhões de visualizações no YouTube, ele é dono que hits como “Tiger Preta” e “Sou Vitorioso”.

Além do clássico funk carioca, MC Lele JP tem o diferencial da melodia presente em suas canções, fato que espelha o início de sua carreira, cantando na igreja da mãe, que é pastora.  “Eu sempre me inspirei em cantores melódicos, tipo Neguinho do Kaxeta e Daleste. Foram neles que eu me identifiquei, achei minha linha”, revela o cantor.

Em suas canções é comum se ouvir referências à motos potentes, tratadas quase como se fossem uma pessoa — fato curioso, já que ele não sabe pilotar. “A inspiração surgiu em minha comunidade, onde vejo motos descendo e subindo. Mas se você para pra ver eu não sei andar até hoje”, brinca.

Atualmente ele está em uma fase boa na carreira, mas nem sempre foi assim. Pouco antes dos 16 anos, o cantor teve seu primeiro filho, o que “apertou” a situação. “Nunca passei dificuldade de passar fome, mas sempre tive meus desejos, tipo ter um tênis da hora. Eu cheguei a quase me envolver em um ‘bagulho louco’”, conta o cantor.

Agora, MC Lele utiliza sua influência para aconselhar os jovens a não traçar alguns dos caminhos que ele precisou traçar. “Eu tento passar a fé e a determinação nos meus projetos. Com a fé e com a determinação você pode tudo”, diz ele. Agora famoso, ele conta que demorou acreditar. “Foi difícil minha fichar cair. Foi dos detalhes que comecei a perceber, tipo ver minha música tocando na minha quebrada, ou a reação das pessoas ao me ver. Começou a cair devagarzinho”, disse.

MC Lele JP faz questão de ressaltar que à frente de todo este trabalho está a YAY Agência de Publicidade e Propaganda, especializada em promover marcas, fornecer estratégia de imagem para artistas, atletas e influenciadores, além de cuidar da comunicação, marketing, mídia e negócios de seus clientes. A YAY conta com um hold de distribuição digital, a Luz Records.

Ficha Técnica:

Texto por: Karen Breazu

Fotos: Matheus Daibs @matheusdaibs @daibs.photo

Coordenação: Gabriel Jacome

Direção: Raphael Hoffman

Imprensa Concedida por: Roberta Nuñez -RN Assessoria Imprensa

 

0 Comentários

    Deixe uma resposta

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password

    %d blogueiros gostam disto: