Esportes

Brasileiro com alto QI demonstra altas habilidades cognitivas e esportivas

O filósofo Luiz Fellipe Gonçalves explica como o esporte o ajudou na sua caminhada intelectual

Quando pensamos em pessoas com altas habilidades e superdotação logo vem à mente alguém debruçado em cima dos livros, pouco sociável, que não pratica muitos esportes e com péssima coordenação motora. O típico “nerd” dos filmes. Mas você sabia que existem pessoas que além das altas capacidades cognitivas também têm altas habilidades nos esportes? E isso vai muito além de treinos, a razão das altas habilidades esportivas ocorre na estrutura cerebral.  

Isso porque o esporte exige além da velocidade e destreza, uma necessidade de processamento e junção de diversas informações no cérebro. O filósofo Luiz Fellipe Gonçalves de Carvalho é um exemplo de junção entre altas habilidades intelectuais e motoras, destacando um desenvolvimento excepcional: Desde a adolescência, ele encontrou no esporte um terreno fértil para se destacar na escola. 

Com destreza notável, Luiz Fellipe não apenas andava de patins, mas também se destacava em diversas modalidades, como wakeboard, onde conquistou o título de melhor praticante da América do Sul. “O esporte foi meu trampolim na escola; ao praticar diferentes modalidades, conquistei diversos títulos fora do âmbito escolar, e essas experiências moldaram meu caminho de forma significativa. O esporte abre diversas portas”, afirma Fellipe.

Com faixa marrom em jiu-jitsu, sua habilidade de movimentação é evidente, assim como seu destaque na ginástica olímpica durante os anos escolares. Já no âmbito intelectual, ele aprendeu com facilidade cinco línguas, e recebeu uma bolsa de estudos para estudar sociologia em Chicago. 

O esporte não apenas moldou suas habilidades físicas, mas também abriu portas sociais, permitindo-lhe escapar do estigma de ser rotulado como ‘nerd’. Essa abordagem equilibrada entre estudo e esporte tornou-se uma fórmula bem-sucedida para Luiz Fellipe, contrariando a tendência de isolamento frequentemente associada à superdotação.

O filósofo demonstra como a prática esportiva pode não apenas aprimorar habilidades, mas também contribuir significativamente para o desenvolvimento cognitivo, desafiando estereótipos e expandindo horizontes sociais. Sua história reflete a possibilidade de harmonizar excelência acadêmica e proezas atléticas, demonstrando que o talento pode florescer em diversas dimensões da vida.

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!