Sem categoria

Brasil está entre os países com mais funcionários que “vestem a camisa” das empresas

À frente de México, Chile e Argentina, país se destaca com força de trabalho altamente comprometida e leal às organizações. 

O Brasil está na lista dos dez países da América Latina e Caribe com colaboradores mais engajados, segundo a pesquisa “Estado do Ambiente de Trabalho Global”, realizada pela Gallup. À frente do México, Chile e Argentina, o país se destaca com uma força de trabalho considerada “comprometida e leal às organizações”. No entanto, o mercado não deve considerar o engajamento como uma característica inata. Práticas de incentivo, como a oferta de cartão multibenefícios, são indicadas pelo Human Capital Institute para atrair, reter e motivar os profissionais.

De acordo com a Gallup, o engajamento tem ligação direta com resultados de desempenho, como o aumento da produtividade, a retenção de funcionários e a fidelidade do cliente. O levantamento revelou que os investimentos das empresas em iniciativas que promovam o bem-estar influenciam na maior motivação e  participação ativa dos profissionais. 

A liderança e a gestão também são apontadas pelo estudo como responsáveis pela motivação no local de trabalho. Há mudanças nas práticas de gestão que possibilitam às companhias explorarem o potencial de seus colaboradores, o que leva, consequentemente, à prosperidade e ao crescimento econômico, conforme a pesquisa.

Ações de engajamento e endomarketing, pesquisas de clima, avaliações periódicas de desempenho e políticas de incentivo educacional, como cursos e treinamentos, 

integram a lista de iniciativas relevantes para o aumento do engajamento das equipes. 

Além das ações internas e de desenvolvimento, as organizações também devem pensar em incentivos que promovam o bem-estar dos funcionários. Segundo o Human Capital Institute, práticas com esse foco aumentam em 56% o engajamento dos funcionários e melhora 36% da taxa de retenção.

Entre os incentivos estão os benefícios corporativos, como vale-alimentação, tíquete-refeição, cartões flexíveis, planos de saúde e odontológico, auxílio-creche, entre outras alternativas que pensam o bem-estar do trabalhador, além do dia a dia na empresa.

Promoção do engajamento é uma via de mão dupla

Segundo informações da plataforma de otimização dos processos de recrutamento e seleção Gupy, o engajamento não tem a ver somente com o quanto os colaboradores trabalham e com a quantidade de horas extras que estão dispostos a fazer. O conceito pode ser compreendido a partir de dois componentes principais.

O primeiro é a capacidade de o profissional se manter focado, presente e com energia para desenvolver o trabalho. De acordo com a Gupy, por se sentirem parte de um propósito maior do que eles mesmos, os profissionais engajados superam as expectativas dos gestores.

Já o segundo componente do engajamento diz respeito à base que permite uma empresa ser engajada e criar uma cultura organizacional própria. O resultado é a geração das condições adequadas para que os colaboradores queiram e consigam dar o seu melhor no dia a dia.

Conforme enfatiza a Gupy, como os profissionais passam a ter um senso aprimorado de seu próprio bem-estar, ficam também comprometidos com os valores e metas da empresa. O processo, portanto, é apontado como uma via de mão dupla: para ter colaboradores mais engajados no trabalho, é necessário investir na equipe.

Como aumentar o envolvimento dos colabores 

Em artigo de sua autoria, a executiva da Robert Half, Mariana Horno, afirma que, para aumentar o engajamento dos colaboradores, é importante levar em consideração os avanços tecnológicos. 

O home office, por exemplo, permite aos funcionários trabalharem em um ambiente confortável e familiar, além de evitar o estresse do deslocamento diário. Já a gestão remota tem sido valiosa para que líderes mantenham-se atualizados sobre as atividades, ainda que estejam em diferentes locais do mundo, podendo participar das decisões e preservando o engajamento dos times.

Outra ação que pode ser promovida para elevar o engajamento é alinhar o setor de recursos humanos e a liderança às novas práticas e valores organizacionais. Reconhecer atitudes positivas dos funcionários, deixar claras as expectativas e regras da companhia e atender os interesses da nova geração são algumas das estratégias indicadas pela especialista para garantir a motivação e o comprometimento da equipe.

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Deixe um comentário

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo