Assista ao GP da Itália da Fórmula 1

GP da Itália da Fórmula 1

Pilotos se enfrentam em mais uma corrida da Fórmula 1 neste domingo!

Neste domingo, 08 de setembro, os pilotos das equipes que são parte da Fórmula 1 voltam a se enfrentar em mais uma corrida emocionante, desta vez a disputa será pelo GP da Itália.

As características do Circuito de Monza fazem do vácuo gerado pelo carro da frente uma arma poderosa na obtenção de um bom tempo de volta. Por isso, a Ferrari criou um esquema de revezamento. Enquanto Sebastian Vettel seria o piloto a ir à frente na primeira tentativa de volta rápida no Q3, dando a chance de Charles Leclerc se aproveitar do vácuo gerado pelo seu carro, o monegasco deveria fazer o mesmo na segunda tentativa de volta veloz. Mas, segundo o alemão, Leclerc não cumpriu com o combinado. Charles foi pole, enquanto Vettel se classificou em quarto.

– Na primeira tentativa, eu fui à frente. Na segunda tentativa de volta rápida, não deveria ter sido eu na frente. Por causa (do caos) da última curva, acabei não ficando à frente, mas eu já estava muito colado. Além disso, a sessão já tinha acabado, então nem chance de abrir a volta eu tive. Não tem como ficar feliz, não era o combinado. Ele (Leclerc) deveria estar à frente o tempo todo. Eu tive uma boa volta, o carro estava bom, mas eu não peguei o vácuo, que hoje é a diferença do meu tempo para o tempo da pole – explica.

Vettel também comentou o caos gerado no aquecimento da última tentativa de volta rápida. Na ocasião, com todos os pilotos querendo pegar o vácuo dos rivais, e ninguém disposto a puxar a fila, um enorme engarrafamento se formou. Conclusão: dos nove pilotos na pista, apenas dois (Sainz e Leclerc) conseguiram abrir uma nova volta. Vettel foi um dos que mais gesticulou a respeito da situação de dentro do carro.

– Eu estava tentando passar todo mundo, mas tinha uma McLaren (Sainz) e uma Renault (Hulkenberg) bloqueando a passagem. Não estou feliz com o que aconteceu, claramente. Não conseguimos a segunda tentativa, como outros conseguiram, mas acho que poderíamos ter nos comunicado internamente melhor – afirma.

Leclerc rebateu o companheiro, e disse que tentou seguir o plano estabelecido pelo time, mas que também foi atrapalhado pela bagunça criada na última volta do Q3.

– Para ser honesto, o plano era que na primeira tentativa eu pegasse o vácuo do Seb. E aí inverteríamos na segunda tentativa. Eu cheguei a sair dos boxes à frente dele, mas aí começou uma enorme bagunça depois das curvas 1 e 2. E uma McLaren e uma Renault pararam no meio da pista, sem deixar espaço para os outros. E aí o Seb me passou no meio disso tudo porque sabíamos que faltava pouco tempo. E aí eu fiquei atrás dele até a última reta, quando disseram no rádio “você pode ultrapassar Seb agora”, então eu o ultrapassei, mas aí já não havia mais tempo para uma volta. É uma pena, mas não acho que poderia ter feito algo além disso.

O GP da Itália começa às 10h10 (de Brasília) deste domingo, com transmissão ao vivo pela TV Globo. A narração será de Galvão Bueno, com comentários de Reginaldo Leme e Luciano Burti.

0 Comentários

Deixe uma resposta

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

%d blogueiros gostam disto: