Televisão

Altas Horas 09/03/2024: Andréia Horta, Bruna Viola, Day & Lara, Isabel Fillardis, Joanna, Kátia, Luciana Mello, Lucinha Lins, Manu Bahtidão, Marvilla e Naiara Azevedo

Altas Horas chega com mulheres poderosas

O Altas Horas deste sábado, 09 de março, chega com mais uma edição com mulheres poderosas que celebram o ‘Dia Internacional da Mulher’ que foi celebrado ontem.

Serginho Groisman comanda a atração e recepciona as convidadas que cantam sucessos de figuras femininas que as inspiram, num clima de sororidade e gratidão por muitas delas terem aberto caminhos às outras mulheres.  

A atriz Andréia Horta reverencia Rita Lee: “Ela tinha muita coragem de ser quem era […], tinha uma desobediência, uma autenticidade[…]”, diz. Bruna Viola, que começou na música caipira aos 11 anos de idade, relembra a trajetória de Inezita Barroso: “Ela foi abrindo as estradas num mundo tão machista da música raiz; da música caipira. A viola caipira era considerada um instrumento masculino […]. Costumo dizer que para a época dela, era muito rebelde”.

A dupla Day & Lara também recorda mulheres pioneiras da música sertaneja: as Irmãs Galvão. “Se estamos colhendo o que colhemos hoje é porque elas vieram abrindo caminho, então fica o nosso muito obrigada”, agradece Day. Isabel Fillardis, por sua vez, credita Elza Soares: “Ela deixou um legado para nós, sobretudo para nós mulheres negras […]. E descobri, narrando o áudio book da biografia dela, que a nossa história se cruza em tantos momentos”, conta. 

A cantora Joanna, que completa 45 anos de carreira, celebra Gal Costa. “Falar dela é falar da voz de uma geração […]. Minha homenagem não é apenas por ela ser uma das maiores artistas do Brasil, mas principalmente por ter sido uma grande amiga minha”. Kátia, que similar à Joanna, soma 45 anos de trajetória na música, conta uma história curiosa com Marília Mendonça, e revela sua consideração à artista. Já Luciana Mello referencia uma das principais vozes do samba, Clara Nunes: “Ela foi uma das grandes inspirações para mim, meu primeiro disco foi baseado muito nela”. 

A atriz Lucinha Lins cita, com sentimentalismo e saudade, Elis Regina: “Tive o privilégio de conviver com ela um bom período da minha vida. É alguém que eu já amava, e que eu tive a sorte de curtir junto […]. Faz muita falta para mim, para minha vida […]”. Manu Bahtidão, radicada no Pará, revela uma identificação pessoal com Rosana: “Ela me lembra minha mãe, falecida ainda na minha infância […]. É uma das poucas lembranças que eu tenho, da minha mãe ouvindo-a”.

Marvilla dedica homenagem à Alcione: “Ela sempre foi à frente do tempo dela; sempre foi empoderada, além da voz grave que me inspirou muito”. E Naiara Azevedo também compartilha uma história com Ivete Sangalo. “Ela é uma inspiração para mim não apenas como artista, mas como ser humano”, diz.

O Altas Horas começa logo após mais uma edição do BBB24, não perca!

***O texto acima é de inteira responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal S4.

Fernando Azevedo

Sou formado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário de Votuporanga, SP (UNIFEV), e também sou um entusiasta de jornalismo, escrevendo sobre TV desde meados de 2009, quando comecei o Portal S4. Além disso, nas horas vagas, sou autor com dois livros publicados e diversos e-books disponíveis para venda na Amazon.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

O Portal S4 exibe anúncios para manter nosso conteúdo gratuito, ajude-nos, desligando seu bloqueador de anúncios!